Seja o primeiro a compartilhar

6 fatos sobre a língua inglesa que você não conhecia

Falar inglês cada vez mais tem se tornado um aspecto importante na sociedade, seja por questões de trabalho ou simplesmente para se conectar com outras partes do planeta. Exceto pelo mandarim, o inglês é o segundo idioma mais falado no mundo e também é visto como a nossa "língua universal".

Aprendê-lo pode não ser tão simples assim, mas quando desbloqueamos essa habilidade em nossas vidas logo vemos que diversas portas são abertas. Então, se você está disposto a começar algumas aulas de inglês, é sempre bom ter algumas cartas na manga. Veja só esses seis fatos interessantíssimos sobre a língua inglesa que você provavelmente não sabia!

1. As invenções de Shakespeare

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

De acordo com um estudo feito pelo professor de literatura inglesa Warren King, o dramaturgo William Shakespeare teria inventado pelo menos 1,7 mil palavras na língua inglesa para compor cada uma de suas peças. A pesquisa ressalta, no entanto, que os termos utilizados eram adaptações de termos já conhecidos na literatura clássica.

Essas foram algumas das palavras que Shakespeare deixou como contribuição para a língua inglesa: majestoso (majestic), despir (undress), generoso (generous), pressa (hurry), rubor (blushing), tortura (torture) e local de nascença (birthplace).

2. Variedade de sons

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Uma curiosidade intrigante sobre a língua inglesa é que o seu alfabeto é composto por um total de 26 letras capazes de gerar 44 sons diferentes. Dessa forma, é possível montar um alfabeto fonético com 12 sons de vogais, 8 sons de ditongos e 24 sons de consoantes diferentes.

Por esse motivo, muitos falantes de línguas latinas encontram enormes dificuldades para conseguir pronunciar algumas palavras específicas. Em termos gerais, o alfabeto inglês é o de maior variedade de sons no mundo.

3. Múltiplos significados

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Segundo o dicionário inglês, a palavra com o maior número de significados diferentes é a palavra "set". Se colocarmos em todos os contextos possíveis, esse mesmo tempo pode adquirir os seguintes significados: cenário, palco, montaria, pose, impor, jogo, série, grupo, equipe, coleção, estojo, assento, aula, conserto e por aí vai.

Dentro de uma mesma frase, é possível utilizá-la em lugares diferentes e com aplicações válidas. Por esse motivo, é preciso estar atento ao significado que você almeja alcançar e qual a maneira de usá-la corretamente.

4. Adaptação da língua

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A palavra "goodbye", que é um popular termo para se despedir de uma pessoa, anteriormente possuía um significado mais complexo. Segundo estudos etimológicos, o "goodbye" surgiu de uma contração da frase "God be with you", que quer dizer "que Deus esteja com você". 

Por esse motivo, a tradução exata dessa palavra para as línguas latinas tornou-se a palavra "adeus", que também seria uma contração da frase de despedida usada pelos católicos "A Deus seja" ou "A Deus te confio". 

5. Reinado na internet

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A internet tornou-se uma ferramenta essencial nas nossas vidas e não à toa o inglês é o idioma mais predominante dentro dela. Mais de 50% de todas as informações presentes no mundo virtual estão escritas em inglês, o que faz com que saber essa língua seja algo extremamente relevante em um mundo moderno.

Apesar de ferramentas de tradução espontâneas estarem se aprimorando todos os dias, ainda existem diversas barreiras linguísticas que dificultam o compreendimento total de uma informação. Logo, aumentar sua capacidade de entender o inglês também ajudará na sua compreensão de mundo.

6. Quantidade de palavras

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Outro fato curioso sobre a língua inglesa é que ela possui mais de 1 milhão de palavras, o que faz dela uma das línguas mais ricas em termos linguísticos. Para métodos de comparação, a língua portuguesa possui cerca de 600 mil palavras — ou até menos do que isso.

Porém, isso não condiz com uma realidade plena. Estudos mostram que um falante médio de inglês usa menos de 400 palavras em 80% do tempo. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.